Patricia Young, ou como lhe chamava, PatForeverYoung. O trocadilho com seu nome simbolizava com muita exatidão sua essência sempre jovem. Hoje é um dia difícil...

Há pouco tempo, levei um susto ao saber que PatForeverYoung tinha sido internada por conta de problemas sérios de saúde. A notícia me deixou muito abalado mas graças a Deus, ela saiu ilesa desse susto. Foi muito bom, em seguida ouvir sua voz via WhatsApp. "Coyooote meu amigo", num tom muito carinhoso de uma pessoa extremamente amável. Hoje é um dia difícil...

PatForeverYoung foi uma grande amiga. Pessoa que esteve sempre presente nos momentos críticos, apesar da distância física. Ela sempre dizia: "continuamos conectados" e isso trazia um pouco de paz no coração. Hoje é um dia difícil...

Foi ela a pessoa que mais incentivou a criação desse site. Foi ela quem mais apoiou e até brigas comprou, como nos velhos tempos. Com toda certeza, se esse site existe, muito devo a ela. E me perdoem os vários que também colaboram e apoiaram muito, mas tenho certeza que os amigos vão concordar comigo: ela foi uma grande motivadora desse site. Hoje é um dia difícil...

Confesso até que, ao ver a notícia de seu falecimento, dá uma certa tristeza  para continuar com esse site sem a presença de PatForeverYoung. Hoje é um dia difícil...

Saint-Exupéry disse algo que me vem agora nitidamente: "Num mundo que se faz deserto, temos sede de encontrar um amigo..." Muita sede... Hoje realmente é um dia muito difícil...

Que Deus ilumine sua viagem e conforte sua família, minha querida amiga PatForeverYoung. A gente se vê em breve... :(

P.S.: Patricia Young tem uma história muito rica mas nesse momento de profunda tristeza, só queria dizer como ela foi importante para mim, como amiga, mesmo à distância... Está difícil encontrar as palavras certas, são momentos que a gente nunca espera ter que registrar... :( :(

Vento de maio rainha de raio estrela cadente
Chegou de repente o fim da viagem
Agora já não dá mais pra voltar atrás
Rainha de maio valeu o teu pique
Apenas para chover no meu piquenique
Assim meu sapato coberto de barro
Apenas pra não parar nem voltar atrás
Chegou de repente o fim da viagem
Agora já não dá mais...
Vento de raio rainha de maio estrela cadente
Chegou de repente o fim da viagem
Agora já não dá mais pra voltar atrás
Rainha de maio valeu o teu pique
Apenas para chover no meu piquenique
Assim meu sapato coberto de barro
Apenas pra não parar nem voltar atrás
Rainha de maio valeu o teu pique
Apenas para chover...
Nisso eu escuto no rádio do carro a nossa canção
Sol girassol e meus olhos abertos pra outra emoção
E quase que eu me esqueci que o tempo não pára
Nem vai esperar
Vento de maio rainha dos raios de sol
Vá no teu pique estrela cadente até nunca mais
Não te maltrates nem tentes voltar o que não tem mais vez
Nem lembro teu nome nem sei
Estrela qualquer lá no fundo do mar
Vento de maio rainha dos raios de sol
Chegou de repente o fim da viagem
Agora já não dá mais pra voltar atrás
Rainha de maio valeu o teu pique
Apenas para chover no meu piquenique
Assim meu sapato coberto de barro
Apenas pra não parar nem voltar atrás
Rainha de maio valeu o teu pique
Apenas para chover no meu piquenique...