Quem ficava fora d'água também tinha sua vez e curtia assiduamente as areias de Ipanema em frente ao Pier.

Vendedores ambulantes tinham seus clientes, o fiado comia solto, e até mesmo os colunistas sociais dos jornais de prestígio citavam constantemente os frequentadores do Pier. Como se fosse "in" ser aceito naquele métier.

Fluir - A História do Surf no Brasil, 1989

10/11/2006 Publicada por Coyote